segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

7 dias

7 dias! Inacreditáveis 7 dias! Há uma semana nascia Gael! Às 6:15 da manhã de uma segunda-feira, com seus 49 centímetros, 4.520 quilos! 18 de janeiro de 2016, dia em que uma família se fortaleceu pra receber um anjo! 
Eu e Renato agradecemos imensamente a todas as lindas manifestações de carinho da família e amigos. Ainda não conseguimos responder, o que iremos fazer a cada um. A todos, nosso eterno obrigado!  Como forma de agradecer tamanha bênção, aproveitamos a oportunidade pra fortalecer uma corrente do bem em prol de um anjinho, de nome Lucas. Ao fazer uma lista de presentes do que ainda falta pra acolher melhor o nosso pequeno (detalhes que só percebemos quando o sonho se tornou  realidade), decidimos também pedir ajuda para um outro bebê, igualmente lindo, com uma história de luta pela saúde. A amiga jornalista Priscila Guerra vem ajudando a mãe de
Lucas Santana Opperman Bontempo a arrecadar doações para uma cirurgia que irá salvar a perna do pequeno e evitar a sua amputação. Pedimos para que compartilhem ou, ainda, que façam uma doação financeira (dados bancários estão na página https://www.facebook.com/campanhaunidospelolucas/timeline ). Qualquer quantia que você puder doar já será uma grande ajuda. O que podemos garantir é que se trata de uma ação séria e cheia de amor! #‎hemimeliafibular #‎unidospelolucas #‎campanhaunidospelolucas www.unidospelolucas.com.br
E, a foto mais linda que fiz na minha vida até agora, trazem os olhos ainda azulados do pequeno mais lindo que minhas lentes já viram. Ao conseguir fotografar com a câmera que já capturou filhos de amigos e clientes, a emoção foi avassaladora. Ali estava meu pequeno, que esperamos ansiosos os nove meses, com seus seis dias, saudável e cada dia mais perfeito. Enquanto a nova rotina (ou falta total dela) não me permitia, ia tentando capturar cada nova cena com os olhos, usando celular e uma câmera compacta - necessários para, mesmo sem muita qualidade técnica, capturar o momento. A cada vez que vejo a foto, revivo a emoção de clicar o meu Gael no seu bercinho.
Emoções que se repetem a cada nova descoberta da nova jornada como mãe. Como a impressionante habilidade de fazer tudo com apenas uma das mãos, reconhecer o formato dos joelhos, pezinhos e mãozinhas que eu antes sentia apenas através da barriga e me espantar em pensar em como o garotão cabia lá dentro. Emoção de perceber que o bichinho se acalma comigo e também se agita ao sentir minha presença. É rir muito com um espirro, acompanhar junto a sinfonia para fazer cocô, que agora virou assunto importante! É ver seu companheiro e sua mãe derretendo de paixão. É desabar e se reconstruir. Mesmo com uma cirurgia estar de pé e pronta para agir. É enfrentar a noite e buscar força no pensamento que só temos cinco dias uma vez. É manter a calma mesmo quando a energia elétrica acaba no primeiro dia em casa e pensar que agora há muita luz aqui dentro. É aprender errando e tentando. É perceber que as intermináveis listas de afazes têm que cessar para, assim, entrar em sintonia com o filho.

É se encantar ao ver os olinhos curiosos vasculhando a casa que foi preparada com todo carinho. É perceber que as convicções teóricas caem por terra ao ver e ouvir um choro, que dispara um alarme de urgência na cabeça. Ver as poucas habilidades com números sumirem ao precisar contabilizar mamadas, fraldas, tempo... É voltar a me dedicar a escrever. É ver o leite brotar como mágica. Perceber que pequenas decisões podem afetar todo um futuro. Presenciar como nasce um pai e uma avó. Perceber, enfim que todos os clichês são permitidos e saber como um serzinho tão pequeno pode provocar tantas mudanças e pensar nas que ainda estão por vir.




sábado, 16 de janeiro de 2016

Carta do papai

Para Gael

Meu pequeno garotinho, hoje estou muito feliz.

Eu e a sua mamar estamos cuidando dos últimos detalhes para sua chegada. Estou com muitos sentimentos misturados e não vejo a hora de nos encontrarmos.

Afinal, você é o filho amado a tão esperado pelo papai e a mamãe. Você vai ter a sorte de ter a melhor mamãe do mundo. Você vai amá-la e tenho a certeza de que ela cuidará muito bem de você, como já vem cuidando.

Lembro do dia em que ela falou da sua chegada, desde então estamos cuidando de tudo para você ter sua vinda cheia de alegria e amor.

Sempre juntos, preparando tudo, indo ao médico, fazendo exames e consultas para acompanhar sua evolução. E você cada dia mais ganhando peso e crescendo.

Estamos muito felizes por receber este presente tão grandioso, que é você, meu filho. Sua mãe é uma pessoa muito querida, especial e inteligente, que vai ensinar a você muitas coisas. Já faz algum tempo que estamos preparando tudo para você – seu quartinho, brinquedos, seus livrinhos.

Espero que você, meu filho amado, se torne uma pessoa que faça a diferença aqui nesse mundo. Seja sempre uma pessoa diferenciada e que consiga conquistar coisas boas. Eu sei que ainda é um pouco cedo para pensar essas coisas, meu filho, mas seu papai é assim mesmo. Quero sempre cuidar bem de você e de sua adorável mamãe. Agradeço a Deus por ter colocado ela em minha vida.

Estamos esperando você. Sua família também, suas vovós e titias já estão todos te mimando. Amo você e sua mamãe e espero, meu filho, que tudo de bom aconteça em nossas vidas.

Seu papai e sua mamãe te amam muito!

Nádia, te amo. Obrigado por tudo e que você e que você consiga tudo em sua vida. Meu amor, obrigado pelo nosso menino!

Gaelzinho, beijos do seu papai que te ama muito!

13/01/2016

Renato 

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Contando os dias

Em contagem regressiva para sua chegada! O quartinho está prontinho esperando pelo morador:






Como você já está um garotão grande! Na última ultrassom de 2015, no dia 18 de dezembro, você já somava 2.350 kg e 50,6 cm. E, já no primeiro exame de 2016, no dia 7 de janeiro, já estava com 3.800 e 54 cm! Gente, como você cresceu, meu filho! Mamãe e papai ficaram assustados. O médico já sentenciou que a partir dali o acompanhamento teria que ser feito toda semana e que você poderia chegar a qualquer hora.

Hoje, dia 13 de janeiro, voltamos de novo ao médico (voltamos porque papai esteve em todos os exames de ultra e em praticamente todas as consultas do pré-natal). Agora estamos esperando a sua vontade! Esperamos até segunda-feira, dia 18, sua chegada, caso você não decida se antecipar.

Mamãe, papai, vovôs e titios e titias estão te esperando aqui fora com todo carinho e amor do mundo!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Retratos dentro e fora da barriga

2016! O ano em que você irá chegar!

A primeira vez que te vimos, você era muito pequenininho! Era só 1 cm, mas já tinha coração. Confesso que as duas bolinhas assustaram um pouco, pois pensei que você tinha companhia na barriga.

8 de junho - 11 mm

No segundo exame você já tinha o formatinho de gente:
6 de julho - 49 mm
No terceiro, foi quando descobrimos que você era um garotinho:

17 de agosto - 23,6 cm - 208 g
No exame morfológico vimos cada parte do seu corpinho, que só crescia:

Foto
21 de setembro - 31,9 cm - 519 g

O exame mais sensacional de todos foi o 4D, que até vovó Nélia acompanhou. Ele é bem diferente dos outros e podemos ver seu rostinho:

4 de novembro - 43,9 cm - 1kg e 386 g


Na última ultrassom de 2015, do dia 18 de dezembro, você já estava com 50,6 cm e 2kg e 356 gramas. Na primeira de 2016, em 7 de janeiro,você media 53,9 cm e 3 kg e 767 gramas! Papai acompanhou todos os exames de ultrassom.




Pezinhos ou pãezinhos?
Além dos exames, também fizemos algumas fotos suas ainda na barriga. No dia 22 de novembro de 2015, um sábado, perto do aniversário do papai, separamos o dia para fotos. O papai fez as fotos e a mamãe até contratou maquiadora e fomos até o parque.




Mais perto da sua chegada, uma semana antes do seu nascimento, no dia 11 de janeiro, segunda-feira, repetimos a dose. Dessa vez com a ajuda da titia Luciana, no estúdio montado na sala de casa.














domingo, 27 de dezembro de 2015

Preparativos e natal

Desde o final de maio já sabemos que você estava pra chegar. Em junho começou uma reforma em casa e, com a ajuda da vovó, trocamos o telhado. Também fizemos ajustes na parte elétrica e caixa d`água, piso externo e outras coisinhas! Enfim, desde muito pequenininho você já começou a mudar muito a vida de toda a família.

Logo também começou o enredo (que pode muito bem ser filme de drama ou comédia... hihi) pra ajeitar seu quartinho. O papai começou a pintar as paredes de branco e não deu nada certo. A tinta não pegou e virou aquela bagunça bonita. Aí ele começou a lixar pra tirar a tal da meleca e depois de muito pensar, resolvemos pedir ajuda "profissional", que também foi bem enrolada... mas, enfim, ficou tudo prontinho. Com teto branco para trazer claridade, o forro isolado para não cair mais sujeira e as paredes envernizadas. A essa altura, os presentes já se acumulavam na casa da vovó. Assim que ficou pronto, buscamos o berço e chamamos um montador pra desvendar o mistério de 3 manuais pra montar a sua caminha.

Como monta isso? 
Aí o bichinho da reforma pegou no papai, que começou a ele mesmo, com todo carinho, envernizar as paredes e pintar as janelas. Ele vem trabalhando nisto nos dias de folga dele, sem parar, na pressa para deixar tudo prontinho pra sua chegada. Mamãe, muito ansiosa, ficou de fiscal das pinturas... e tenta ajudar no que pode, além de fazer intermináveis listas do que está por fazer. Também buscamos ajuda pra instalar forro de PVC branco em alguns cômodos.


Na semana que vem, antes que 2016 chegue, devemos estar com praticamente tudo pronto. Os carrinhos de passeio que a titia deu estão estacionados, falta pendurar as fofuras na parede e trazer as roupinhas que a vovó vem lavando com todo cuidado. Os presentes não param de ir preenchendo seu quarto. O tema que escolhemos foi aviador, já que o papai adora aviões e os bichinhos e cores e o céu fascinaram a mamãe. Esperamos que você também curta.

E esse foi seu primeiro Natal, ainda na barriga da mamãe, teve até encontro com o Papai Noel, trabalhando na Praça Cívica. E, você até ganhou presente de amigo secreto. Olhe como foi:







terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Papai e mamãe

Meu filho, para escolhermos o seu, a mamãe foi lendo uma grande lista de nomes, procurando os mais bonitos. Todos que sugeria, o papai logo ia dizendo não. Quando falei Gael foi o único que ele concordou. Ele também diz que eu sempre comentava que gostava desse nome.  Isso ainda no mês de maio, quando ficamos sabendo que você estava a caminho. Também decidimos por Ana Clara, juntando os nomes das suas duas bisavós. Então, papai parou de teimosia e escolhemos a ordem dos sobrenomes, mesmo contrariando a regra, porque ele reconheceu o meu sofrimento com os enjoos que começavam:

Gael Oliveira Lima


Papai está ajudando muito a mamãe a te carregar pra cima e pra baixo. Ajuda de todo jeito e diz que vai sentir falta do barrigão. Ajudou com os enjoos, traz comidinha e suquinhos que você já adora, faz massagem e dá muita atenção pra nós dois. Outro dia disse que a mamãe era um cristalzinho, por ter você aqui dentro! Papai não para de fazer planos para seu futuro, com aulas de kung fu, roupinha de ninja, passeios, brinquedos legais, guitarrinha na parede...


E, a mamãe só vai crescendo... está até com estoque de roupas emprestadas pra não apertar o Gael que só cresce. A barriga demorou um pouco pra aparecer, muita gente ansiosa falava que estava pequena, mas, desde o oitavo mês ela já está bem grandona e cada dia um pouquinho maior. E, como você se mexe aqui dentro! Às vezes chega até a faltar o ar. No comecinho, era como se fosse uma tremidinha, depois umas ondas cada vez mais fortes e no final (e, enquanto vou te escrevendo), já bem mais definido, dando pra perceber que um pezinho, cotovelo ou mão estavam passando por ali. Você mexe mesmo quando estou dirigindo, quando como doce ou alguma coisa gelada e na hora da mamãe dormir - quer dizer tentar - coisa que foi na contramão de quase todos os sintomas clássicos de gravidez. Olha como você era todo serelepe na barriga:

video


Você chegou trazendo muitas mudanças. Depois da fase inicial, com muitos enjoos, apenas vontade de comer coisas salgadas e azedas (principalmente batata e laranja - nada de chocolate) os sapatos começaram a apertar, comecei a sentir um calor danado (até fui desesperada cortar o cabelo mais curto para amenizar), a comida passou a ser apetitosa como nunca antes. E haja apetite e fome a toda hora! Além de esfomeada, a mamãe está pronta pra chorar a qualquer hora. Um vídeo que deixava a mamãe derretida toda vez que assiste é uma música em que a cada mês a o bebê manda recado para a mãe:



Mamãe fez um curso depois do trabalho para aprender como cuidar direitinho de você e teve companhia do papai em algumas aulas. E, um dos muitos presentes que você ganhou foi um chá de fraldas, que o pessoal do trabalho organizou. Ganhamos muita fraldinha pra sua bundinha...hihihi! Olha que lindo ficaram os dois dias:







terça-feira, 24 de novembro de 2015

Carta da mamãe, no aniversário do papai

Bom dia! Hoje faz 34 anos que o homem da minha vida nasceu. Como você disse, o último antes de ser papai. Te desejo tudo de melhor neste e em todos os outros dias. Tudo que mais queria era que pudéssemos ter um dia especial, mas nem sempre as coisas são do jeito que pretendemos. O mais importante é que estamos juntos, agora com um meninão que está chegando pra mudar a nossa vida pra sempre e marcar os nossos quase 14 anos de convivência. Sei (sabemos, eu e Gael) que você será um excelente pai, aliás, já é, com todo o carinho e dedicação que você tem e demonstra por nós. Fico imaginando você no ano que vem com seu companheirinho nos braços, com cheirinho de talco, bumbum gordinho e com os olhinhos cheios de brilho ao ver o papai. E nos próximos anos, ele já andando, falando as primeiras palavras, aprendendo a andar de bicicleta com você, indo pro kung foo, com roupinha ninja, tocando bateria, guitarrinha... enfim, aprendendo a ser uma pessoa com o melhor marido e pai que eu poderia ter escolhido. 

O Gael nos escolheu como pais e sei que com você ao meu lado nosso pequeno presentinho será um grande homem. Te amo tanto! Sei que as vezes eu não facilito as coisas, mas nunca duvide disso. Nem do quanto você é uma pessoa especial e dedicado em tudo que faz. Parabéns pelo seu dia, pelo seu caráter, pela sua força, por tudo que é - um cara com o coração que não cabe em si. Te amamos demais, papai. Obrigado por ser tão generoso, cuidadoso, atencioso e lindão sempre. Nosso pacotinho de gente já sabe o quanto será amado por você. Pula com toda força com o quentinho da sua mão na barriga. 

Como gostaria que você soubesse que te amo infinitamente! Demais da conta! Como não amar  meu melhor amigo, o pai do meu filhote, o grande companheiro pra todas as horas, que, nos momentos de tristeza e alegria sempre esteve ao meu lado? Impossível! Por isso te amo sempre e cada dia mais. Imagino nós dois o ano que vêm comemorando os 35, com nosso bichinho, que você vai ver, como será parecido com você.  Imagino mais longe ainda, nós dois velhinhos juntos, morando na praia, numa casa com todos seus projetos arquitetônicos... O Gael um grande amigo do pai e seu companheiro. Acho que este é o melhor presente que eu poderia te oferecer.  


Beijos da esposa e do coraçãozinho que conta os dias pra estar pronto pra ganhar o melhor pai do mundo!

Foto  

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Quem sou eu? Descobrindo ser mãe de um garotão

Meu filho, naquele dia 17 de agosto, acordamos com muita ansiedade para finalmente sabermos um pouco mais sobre você. A curiosidade para saber quem estava aqui dentro era muito grande. Fizemos muita pesquisa na internet e lemos todo tipo de teorias sobre como saber o sexo de bebês. Para nosso quase desespero, nada conclusivo. Na noite anterior ao exame de ultrassom, a mamãe sonhou com você dizendo que seria um garotinho e no fundo também tinha uma vozinha que falava:

- É Gael, mamãe!

Pouco antes de entrar pra sala da descoberta, olhando um jornal, mostrei pro papai uma foto do ator Gael Garcia Bernal - e ele já entendeu tudo... E, depois de muita expectativa e durante o exame com o dr. Fábio, que te mostrou pra nós desde que você tinha apenas pouco mais de 1 cm (e um coração já batendo ritmado), falou:

- Ainda não sabem? Não falei que é um garotão!?

O médico até desenhou! Hihihi
Mamãe olhou para o papai emocionado, sentado do outro lado da sala! Logo subimos para uma consulta com o dr. Glauco e papai Renato já começou a fazer planos de comprar um carrinho elétrico, daqueles grandões, de criança crescida!

A vovó Nélia não se aguentava de ansiedade e perguntou até pelo whatsapp, mas ficou sabendo pelo telefone, como a vovó Sueli. No dia seguinte, postei no facebook a nossa descoberta e o resultado da enquete. Foi uma forma divertida de contar a novidade para os amigos e cheia de lindas mensagens de muita sorte e saúde pra você.



As vovós mal se aguentavam pra te encher de presentes. As conversas com a vovó Nélia já eram mais sobre você e a vovó Sueli e titia Amanda já logo compraram muitas roupinhas lindas.

sábado, 15 de agosto de 2015

   É, casinha! Muita coisa mudou nesse tempo que estive ausente do blog!
Agora, no dia dos meus 32 anos, escrevo já com dois corações batendo dentro do corpo...
  
♪ ♫ ♩

Um coração

De mel, de melão
De sim e de não
É feito um bichinho

No Sol de manhã
Novelo de lã
No ventre da mãe
Bate um coração  
        ♪ ♫ ♩
   Desde o dia 22/05/2015 (sexta-feira) a mamãe já sabe que você estava aqui e contou pra um papai que encheu os olhos de lágrimas ao saber da grande novidade, escrita com uma saudação na sua mais nova morada! Como você já deve conhecer bem seu papai, sabe que ele quis fazer outros mil testes de farmácia, mas só mais um foi suficiente até esperarmos o sábado pra correr pro laboratório e fazer exame de sangue.











   O Beta-HCG saiu naquela tarde mesmo e uma mensagem do celular nos fez correr pro computador pra conferir o resultado que confirmou o que já sabíamos! Só foi muita surpresa, um teste que significa positivo com dosagens acima de 50, ter dado 4.500... é, você já chegou com toda força.
   A primeira a saber foi a vovó Nélia, que ficou incrédula! Logo depois a titia Iara, vó Nei, vovó Sueli e titia Amanda, por telefone.
   Agora mamãe está aqui (com você como companhia), contando 32 anos, 16 semanas de gestação, pouco mais de 1 semana livre dos enjoos, incontáveis lágrimas, 1.000 novos sentimentos, 1 dia pra finalmente sabermos mais um pouquinho de você - se é uma moleca ou rapaizinho! Ô ansiedade! Fizemos até foto especial, no estúdio da casinha, com ajuda do papai (os dois cansados, mas dispostos a fazer valer a pena o esforço pra você), com direito a enquete no Facebook.

   Ai, ai, aguenta corações! Segunda, dia 17 de agosto de 2015 volto pra postar seu ultrassom e a descoberta!


terça-feira, 24 de abril de 2012

Sofá Cama

Cama com história!
De avó para neta... virou sofá. Depois de reformulada (as alturas das cabeceiras foram igualdas - uma era mais alta que a outra), recebeu almofadas para o encosto, que se apoiam na parede. Ainda não gostei dessas almofadas, nem do forro para o colchão. Ainda mando fazer outras com cores melhores e um fouton para sentar. Sem desculpas pelas teias de aranha que se acumulam por aqui. 



Olha, aqui não jaz Salim*, muito menos o História da Minha Casa, mas visitem o blog das minhas bolsas: http://nadialimabolsas.blogspot.com.br/ 


*Pra quem não entendeu, essa é uma piada bem velinha: Lápide de um turco: "Aqui jaz Salim, mas seus filhos continuam atendendo no lojinha..."